detox e suco verde

Atualizado: 7 de Nov de 2019

Com certeza você já ouviu falar em DETOX e na importância de facilitar a eliminação de toxinas do nosso corpo, consumindo os alimentos adequados. Mas como funciona?


Detoxificação

A alimentação e a detoxificação estão inteiramente ligadas. Uma alimentação saudável fornece fitoquímicos, fibras, aminoácidos e diversos outros nutrientes que eliminam toxinas e as substâncias produzidas pelo organismo durante o seu metabolismo.

As maiores fontes de toxinas da dieta são os resíduos químicos de pesticidas, solventes, herbicidas, aditivos alimentares, metais pesados, e as gorduras trans. O sistema de detoxificação também nos livra de fungos, bactérias, drogas e hormônios produzidos em excesso pelo organismo e de substâncias tóxicas que se acumulam no tecido adiposo.


Os alimentos industrializados, por sua vez, tem baixa qualidade nutricional e alta quantidade de adoçantes artificiais, corantes, acidulantes, conservantes, entre outros, e quando consumidos em grandes quantidades é como nosso organismo ficasse saturado de tal substância e não reconhecesse o excesso do mesmo.


Há ainda outros fatores que aumentam o caráter tóxico do nosso organismo: jejum, dietas de baixa caloria e qualidade nutricional, dietas pobre em proteínas, deficiência de vitaminas e minerais, dietas ricas em carboidratos e gorduras saturadas, cigarro, álcool e alimentos ricos em adoçantes. Esses agentes tóxicos migram para as proteínas, DNA e lipídeos do nosso corpo e podem desencadear fadiga crônica, dores musculares ou doenças hepáticas, renais, endócrinas, imunológicas, neurológicas e inclusive câncer.

Os sintomas mais comuns da intoxicação são: ansiedade, tonturas, déficit de memória, concentração ruim, fadiga excessiva, queda de cabelos, unhas fracas, celulite, colesterol alterado, dores de cabeça/enxaqueca, desordens tireoidianas, dificuldade para emagrecimento entre outros sintomas/doenças. É importante lembrar de sempre consultar um profissional capacitado para ter certeza e avaliar a origem do seu problema e seus possíveis sintomas.


A detoxificação é feita no nosso corpo pela pele, pulmões, rins, intestino e principalmente pelo fígado. A capacidade funcional para metabolizar e excretar esses compostos varia de pessoa para pessoa. No entanto, uma detoxificação eficiente necessita de nutrientes adequados presentes principalmente nas frutas e nos vegetais, dai a importância fundamental do suco verde nesse processo.


Alimentação e a detoxificação


O principal objetivo da desintoxicação é equilibrar o organismo e o emagrecimento vem como consequência. E lembre-se que: passar alguns dias à base de líquido ou sucos cítricos não é desintoxicar!


Um plano alimentar detox tem duração de três semanas ou um mês, com cardápios ricos em frutas e verduras orgânicas e nutrientes que potencializam a produção de enzimas no fígado, como vegetais brássicos (couve- flor, brócolis, couve, repolho) e ervas e especiais como orégano, gengibre, páprica, curry, canela e alecrim. A ingestão de água é fundamental e indispensável, já que é ela que é responsável por transportar as toxinas que serão eliminadas pelo corpo através da urina.


Em um plano detox, mantenha-se longe de corantes, conservantes artificiais, agrotóxicos e fertilizantes químicos. Eles estão presentes em muitos alimentos e são os principais fornecedores de toxinas que se acumulam no organismo. Algumas dessas fontes são: refrigerantes, doce e açúcar branco, adoçante artificial, café e chá preto em excesso, carne vermelha e embutidos (bacon, linguiça, salame), pimenta-do-reino, sal, gordura saturada (margarina, biscoitos, sorvetes) e frituras.

Prefira sempre os ingredientes sem agrotóxicos e não industrializados, além de alimentos ricos em fibras e nutrientes essenciais para o fortalecimento do sistema imunológico (vitaminas do complexo B, magnésio, zinco, selênio e aminoácidos, entre outros). E vale lembrar que essas são medidas importantes não apenas durante o processo de desintoxicação, mas constantemente em sua alimentação. Consuma frequentemente: vegetais orgânicos (crus e cozidos), frutas frescas e secas, cereais integrais ricos em fibra, grãos (feijão, ervilha, lentilha), sementes (amêndoas, nozes, linhaça, soja) e peixes.


Suco verde ou detox

A razão de preparar e ingerir sucos verdes está na quantidade de vitaminas e minerais concentrados numa única dose. Reunimos abaixo informações importantes para você preparar um delicioso suco verde.

Base

Você precisa escolher uma base para o seu suco verde, que pode ser leite de castanhas ou cereal, água de coco, sucos como laranja, limão, abacaxi, ou simplesmente água. O tipo de líquido que você irá adicionar vai depender da consistência que você prefere o seu suco.


Vegetais

Escolha seus vegetais: couve, espinafre, beterraba, acelga, alface, pepino, aipo, salsa, coentro, manjericão, rúcula, agrião, hortelã, etc Varie sempre e use pelo menos 3 tipos de vegetais diferentes. Podemos dar destaque especial para o pepino que é riquíssimo em eletrólitos, que são componentes essenciais para uma boa hidratação.


Outros vegetais e Frutas

Para deixar seu suco verde ainda mais rico, adicione qualquer fruta ou vegetal que goste. No entanto, é bom ter um “tema”, ao invés de apenas acrescentar tudo que gosta de uma vez. Por exemplo, se você quer um sabor cítrico, ou de frutas vermelhas, ou doce como uma maçã ou pêra. Pense no sabor que você deseja para o dia e seja feliz. Agora, se você não quer pensar muito, as adições mais comuns são abacaxi como sabor principal e associações de outras frutas como manga e morango. Outra fruta que sempre aparece é a banana, e se você quiser arriscar em um sabor recomento associá-la com outra fruta de sabor mais marcante. Outro item imprescindível é o limão, que tem um grande potencial antioxidante e além disso, consegue extrair o máximo possível de ferro dos demais ingredientes, principalmente da beterraba e dos vegetais verdes escuros. Quanto a acrescentar outros vegetais recomendo o uso de cenoura, para fechar com chave de ouro.


Outras combinações

O gengibre está presente em quase todos os sucos verdes, tem ótima ação anti-inflamatória e favorece a digestão. Também acho válida a adição de cúrcuma que é um anti-inflamatório natural além de favorecer a perda de gordura. Outras especiarias ótimas são canela e baunilha pois acentuam o sabor doce e perfumam a sua bebida, sem falar da grande quantidade de minerais que cada uma delas possui.


Fibras extras

Para suprir a necessidade diária de fibras, seria ótimo adicionar algumas sementes como chia e linhaça. Ou mesmo algum tipo de castanha ou pólen de abelha e até gergelim. Compor o seu suco verde com esses ingredientes também irá transformá-lo em uma bebida com maior poder de saciedade.


Para adoçar

Para aqueles que estão embarcando nessa aventura do suco verde e ainda não estão acostumados ao sabor doce natural das frutas, aconselho a adoçar da forma mais saudável possível. Experimente usar mel ou melado de cana, açúcar mascavo e quem quiser descobrir novos sabores, vale experimentar o açúcar de coco. E lembre-se, sempre com moderação.


SUCO DE MELÃO COM ABACAXI E CHÁ BRANCO


Ingredientes:

  • 150ml de chá branco

  • 1 fatia grande de melão

  • Suco de ½ limão

  • 1 rodela grande de abacaxi

  • 1 punhado de hortelã

  • 1/2 pepino

Modo de preparo:

Coloque todos os ingredientes no copo do liquidificador e bata até que fique homogêneo. Sirva imediatamente.


Para outras orientações nutricionais e elaboração de um plano alimentar individualizado de acordo com as suas necessidades, marque a sua consulta: 61 9 98220051 ou contato@nutrichefbrasilia.com.br

22 visualizações