um docinho na hora do almoço

Muito comum receber pacientes no consultório que precisam desesperadamente comer um docinho após o almoço. É fácil entender que essa necessidade pode vir por hábitos de vida que começaram ainda na infância. Se era comum ter sobremesa todos os dias após o almoço, não será difícil chegar na fase adulta sentindo essa necessidade.


É possível comer um docinho após o almoço sem fazer um grande estrago na sua saúde. Apenas, escolha os doces certos. Já ouvi nas consultas, que não adianta qualquer doce, tem que ser aquele cheio de açúcar, tem que ser chocolate, tem que ser um bolo... pois é, se você está trilhando o caminho da saúde, esses alimentos não podem fazer parte do seu consumo diário, mas também não estão proibidos. Complexo, né? Na verdade, sabe aquela história de "sorvete só no final de semana", "bolo de cenoura no lanche de domingo"? Então, é quando alcançamos o equilíbrio ingerindo os alimentos corretos para a nossa saúde, que podemos abusar de uma guloseima esporadicamente. Pois estabelecemos um hábito saudável diariamente e essas "escapadas" não causam tanto impacto.




Outra forma de driblar essas vontadezinha é se dedicar a refeição principal, comendo de maneira consciente, apreciando o sabor, a mastigação, o momento da refeição, repousar o talher a cada garfada, sentir os sabores e temperos. Aos poucos, levando tempo para comer todos os itens de um prato elaborado para o almoço, por exemplo, você estará satisfeito e sem tanta vontade de comer o doce. E, mesmo que a vontade ainda exista, não haverá espaço para isso.




Queria trazer para esse post, umas das soluções que tenho usado com meus pacientes para quando a vontade de comer doces surge. No plano alimentar, encaminho um encarte com receitas de modo que ele possa cozinhar alguns alimentos e apreciar novos modos de preparo diariamente. Dentro desse encarte temos um espaço para receitas de "doces do bem" que eles podem comer vez ou outra. As receitas são deliciosas e saciam por conta da quantidade de fibras que possuem. Trago então para vocês uma dessas preparações para que possam fazer em casa. Me contem depois o que acharam.


Ingredientes:

  • 150g de damasco seco picado

  • ½ xícara de chá de água

  • 100g de cranberry picado ou passas brancas

  • 100g de castanha de caju triturada

  • 100g de amêndoas trituradas

  • ¾ de xícara de chá de coco ralado em flocos

  • 1 colher de sopa de sementes de linhaça

  • 1 colher de sopa de sementes de gergelim

Modo de preparo:

Pré-aqueça o forno a 160°C. Forre uma assadeira com papel manteiga. Em uma panela pequena, adicione os damascos e a água, e cozinhe por 5 a 10 minutos. Em seguida, coloque a pasta em um processador e bata até ficar homogêneo. Em uma tigela grande, adicione todos os outros ingredientes. Misture bem e separe em porções iguais (1 colher de sopa) e enrole. Coloque-o sobre a assadeira, leve ao forno por 20 a 30 minutos. Retire e deixe esfriar. Feito isso, guarde em um pote com fecho hermético. Conserve por até 10 dias.

85 visualizações